OBESIDADE INFANTIL – Problema cada vez mais presente na sociedade atual.

Obesidade Infantil:

Os casos de obesidade infantil têm aumentado muito, pois as crianças acabam sendo vítimas da sociedade fast food e de alimentos congelados. Atualmente, as mulheres trabalham e muitas vezes não têm tempo para preparar um almoço saudável.

Além da obesidade, outro problema alarmante é o colesterol alto, muitas crianças que não são gordas, mas se alimentam de forma inadequada e são sedentárias, acabam adquirindo este mal.

A sociedade, por sua vez, estimula o uso de computadores, tablets, celulares e videogames, ou seja, tudo que causa sedentarismo. Desta forma, as crianças passam horas sentadas, sem executar qualquer movimento. As crianças de gerações passadas brincavam de pique, de corrida, de bola, ou seja, gastavam energia. Hoje ficam horas diante de uma televisão ou de um computador, acumulam gordura e não gastam.

Consequências da obesidade infantil:

  • Problemas nos ossos e articulações;
  • Hipertensão;
  • Diabetes;
  • Cansaço e dificuldade para respirar;
  • Amadurecimento prematuro.

Além dos problemas de saúde, as crianças obesas podem sofrer Bullying, pois não estão dentro do padrão estético valorizado. O Bullying é uma perseguição que pode causar baixa autoestima, transtornos psíquicos, problemas de aprendizagem, etc.

Mesmo sem sofrer Bullying, algumas crianças obesas acabam se isolando e tendo depressão, devido à pressão social podem desenvolver bulimia ou anorexia. É preciso estar atento aos sinais de obesidade e procurar um psicólogo.

Os pais permanecem cada vez menos tempo em casa o que faz com que a criança coma na escola, com babás ou parentes. Procure fazer pelo menos uma refeição com o seu filho, isso irá estreitar os laços de afeto e fará com que você possa controlar melhor o que ele come.

Tente oferecer comidas saudáveis como saladas, carnes magras e tente cortar o consumo de refrigerantes. Lembre-se que os pais servem de modelo, portanto se você ingere alimentos gordurosos, seu filho irá fazer o mesmo.

A falta de atividade física é outra vilã, portanto estimule seu filho a praticar algum esporte como futebol ou natação. Se ele não gostar de esportes, leve-o para andar de bicicleta ou de patins no parque. Os pais devem ser os maiores incentivadores de uma vida saudável.

Escrito por:Priscilla Alves Batista.

Saiba mais sobre Obesidade Infantil – Pesquise abaixo

Pesquisa Personalizada
Botão de chamada CHS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*