CHIA – Reduz a fome, controla a glicemia e baixa o colesterol.

Chia:

Também conhecida como sálvia hispânica, a chia é uma planta herbácea(Planta de caule macio ou maleável, normalmente rasteiro, sem a presença de lignina podendo, geralmente, ser cortado apenas com a unha ou seja, sem caule lenhoso), originária do México. Há muitos séculos, essa semente era usada como complemento na alimentação dos habitantes da América Central, seus benefícios e vantagens chegou a nosso conhecimento a pouco tempo.

Nutricionistas recomendam e destacam o consumo chia pelo fato dela ser rica em ácidos graxos poli-insaturados essenciais(Na nutrição, a gordura poliinsaturada é um ácido graxo, ácido com mais de uma ligação dupla na sua molécula, as mais comuns são Ômega 3 e 6), fibras, proteínas e outros nutrientes, com isso regula o colesterol do sangue se tornando um ótimo complemento alimentar para pessoas que querem emagrecer.

Porção de 100 gr de semente de chia:

Calorias……………………………………………………244 kcal

Carboidratos………………………………………………..21.06 g

Proteínas…………………………………………………..8.28 g

Gorduras…………………………………………………..15.38 g

Gorduras saturadas……………………………………1.666 g

Gorduras monoinsaturadas………………………..1.154 g

Gorduras poli-insaturadas………………………….11.834 g

Fibras……………………………………………………….17.2 g

Cálcio……………………………………………………….316 mg

Fósforo……………………………………………………..430 mg

Magnésio………………………………………………….168 mg

Potássio……………………………………………………224 mg

Ferro………………………………………………………..3.86 mg

Zinco………………………………………………………..2.30 mg

Vitamina A………………………………………………..28 Ul

VitaminaB1(tiamina)………………………………….0.31 mg

Vitamina B2 (riboflavina) …………………………. 0,086 mg

Vitamina B3………………………………………………4.416 mg

Fonte: Departamento de agricultura dos Estados Unidos.

 Benefícios da chia:

A chia tem uma enorme capacidade de absorver água, com isso causa uma sensação de estômago cheio quando consumida, sendo assim uma grande aliada para promover perda de peso. Dentro do estômago, suas fibras se transformam em gel provocando o aumento de dilatação do mesmo, que é um dos motivos pela sensação de saciedade ao ser consumida, levando o individuo a comer menos

Consumida regularmente, ela também evita a formação de gordura localizada, pesquisas apontaram que pessoas que consumiram chia por 12 semanas apresentou redução na glicemia após a refeição, não houve picos de insulina no sangue evitando com isso acúmulo de gordura, diminuindo assim o excesso de pessoas.

As pesquisas também comprovaram que o consumo da semente diminui o apetite até 120 minutos após as refeições comparado com pessoas que não a consumiram, provando assim seu efeito no aumento da saciedade e consequentemente perda de peso.

Benefícios contra a celulite:

Por ser rica em Ômega 3, a chia ajuda a diminuir a inflamação das células, responsáveis pela formação de celulite(depóstios de gordura e tecido fibroso causando irregularidades na pele que está por cima caracterizando-se principalmente por ondulações da pele, dando a esta o famoso aspecto de “casca de laranja”.

Benefícios contra intolerância a lactose:

As grandes quantidades de cálcio encontradas na chia se torna uma ótima alternativa pra pessoas que tem intolerância a lactose (incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados) e que precisam encontrar fontes desse mineral em outros alimentos.

Prevenção de doenças cardiovasculares:

Devido as grandes quantidades de Ômega 3 nela encontrados, seu consumo regularmente evita doenças como infarto (consequência máxima da falta de oxigenação de um órgão ou parte dele,os órgãos mais acometidos por esta complicação são o miocárdio e o cérebro), derrame (entupimento ou o rompimento dos vasos que levam sangue ao cérebro provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea adequada) e hipertensão (doença crônica determinada por elevados níveis de pressão sanguínea nas artérias, o que faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer circular o sangue através dos vasos sanguíneos).

Por se tratar de um ácido graxo (componente orgânico, que contêm carbono e hidrogênio em suas moléculas os ácidos graxos são encontrados em óleos vegetais e gorduras animais, e são considerados “gorduras boas”, por isso devem estar incluso na dieta alimentar, uma vez que o corpo precisa deles para diversos fins), o Ômega 3 atua na redução de formação de coágulos sanguineos, diminui o colesterol circulante no sangue mantendo a pressão arterial controlada porque aumenta a fluidez do sangue promove a dilatação dos vasos sanguineos.

Benefícios para o sistema imunológico:

Por ser rica em selênio e zinco, a chia ajuda o sistema imunológico (sistema de estruturas e processos biológicos que protege o organismo contra doenças, funcionando corretamente, o sistema imunológico deve detectar uma imensa variedade de agentes, desde os vírus até aos parasitas, e distingui-los do tecido saudável do próprio corpo) a combater doenças como gripes, resfriados e algumas infecções, a chia também ajuda na proteção e manutenção da integridade e saúde das células, por conter nutrientes como fósforo, manganês, cálcio, potássio e sódio.

Proteção para o cérebro:

Seu consumo favorece as ligações cognitivas do cérebro (memória, raciocínio, juízo, imaginação, pensamento e linguagem). Estudos relacionam os ácido graxo poliinsaturado e Ômega 3 presentes na semente com a formação da membrana das células, as funções do cérebro e  alterações nas cargas elétricas das superfícies interna e externa da membrana plasmática.

Benefícios para o fígado:

Um composto orgânico classificado como um ácido hidroxicinâmico que apresenta propriedades antioxidantes bem como propriedades imunomoduladoras e anti-inflamatórias presente na semente é responsável por ajudar na desintoxicação do fígado, impedem também a formação de radicais livres (espécies que apresentam elétrons desemparelhados) que podem danificar células sadias do nosso corpo desencadeando o processo de envelhecimento.

Benefícios para a pele e o cabelo:

A grande quantidade de vitamina A presente na semente, ajuda a prevenir o aparecimento da acne e também auxilia na prevenção do ressecamento da pele, a vitamina A é um nutriente que atua contra os radicais livres. Além de conter também vitaminas B2, grande aliada na prevenção e manutenção  da saúde da pele, unhas e cabelo.

Benefícios contra a fadiga,anemia,cansaço e stress:

A chia também possui uma grande quantidade de ferro, que é o principal nutriente na formação dos glóbulos vermelhos, que são células anucleadas (sem núcleo) que têm com principal função o transporte dos gases da respiração, oxigênio e gás carbônico, reduzindo os glóbulos vermelhos reduz a oxigenação sanguinea, levando a anemia, fadiga, cansaço e stress.

Benefícios na regulação do colesterol:

A semente é formada por 77% de omega 3 e omega 6, que são gorduras responsáveis por reduzir o colesterol LDL (o LDL é o responsável por transportar o colesterol do fígado, até as células de vários outros tecidos, trazendo vários danos aos vasos sanguíneos, o LDL é diretamente relacionado as doenças cardíacas, é também o responsável por promover o depósito da gordura nas paredes das artérias e corresponde a 75% do total do colesterol em circulação), e aumentar o colesterol HDL (o HDL é capaz de absorver os cristais de colesterol, que são depositados nas artérias, removendo-o das artérias e transportando-o de volta ao fígado para ser eliminado. Também chamado de “bom colesterol”, pois, uma vez que o indivíduo possui níveis elevados deste tipo de colesterol, ele pode se tornar benefício, reduzindo o risco de doenças do coração).

Importante destacar também que as fibras contidas na semente, ajuda na diminuição dos lipídeos no sangue nesse caso o colesterol.

Benefícios contra o diabetes:

As fibras nela encontradas, aumentam o tempo de liberação de glicose no sangue atuando com isso na prevenção do diabetes tipo 2 que é um distúrbio metabólico caracterizado pelo elevado nível de glicose no sangue pela insuficiência relativa de insulina. Diferencia-se do diabetes tipo 1, onde se verifica a deficiência completa de insulina devido à destruição dos ilhéus de Langerhans no pâncreas. Consumida com frutas e massas, as fibras da chia diminuem  a velocidade com que os carboidratos sai do estômago e chega ao intestino, onde acontece a digestão e a absorção.

Desse modo, a glicose também é liberada lentamente na corrente sanguinea, fazendo com que a insulina que é o hormônio responsável por levar a glicose até as células também seja liberado em pequenas doses, que em quantidade menor no organismo, pode ocorrer uma condição chamada de “resistência a insulina”.

Quando o indivíduo é resistente à insulina, seu pâncreas produz o hormônio com o estímulo gerado pela glicose, mas este não age apropriadamente. Ou seja, a glicose não é capaz de entrar nas células dos tecidos e se acumula no sangue, com isso é necessário uma quantidade maior de insulina para que ela possa fazer com que a glicose seja armazenada nas células, favorecendo com isso o surgimento do diabetes tipo 2.

Obs: Especialistas e nutricionistas não definem uma quantidade exata no consumo de chia, mas por se tratar de uma semente rica em calorias, recomenda-se consumir entre 25 a 50 gramas diárias que dá em torno de 2 a 4 colheres de sopa por dia.

Como consumir a semente:

As sementes de chia podem ser consideradas um superalimento pelo fato de conter duas vezes mais proteína que qualquer outro grão, três vezes mais antioxidantes que o mirtilo, cinco vezes mais cálcio que o leite, duas vezes mais potássio que uma banana, três vezes mais ferro que o espinafre. A chia também ajuda na formação óssea por conter Ômega 3 e Boro.

Por ter um sabor muito sutil, quase imperceptível, a chia pode ser incorporada a varias receitas melhorando a quantidade de nutrientes sem alterar o sabor de suas receitas.

Podemos adicionar as sementes em um copo ou garrafa de água e bebê-la, podendo  adicioná-las a qualquer bebida de nossa escolha: café, chá, suco de laranja, quando misturamos as sementes com um líquido, é melhor mexer bem e deixar a mistura assentar apenas por 1 ou 2 minutos, deixar mais do que isso, a mistura vai começar a virar gel.

Outra dica é adiciona-la ao café e deixar a semente por um tempo. Ao fazer isso, conseguimos um gel de chia sabor café, podendo ser degustado com colher.

Em saladas, peixes,carnes, pode-se polvilhar as sementes por cima, podendo também ser adicionada a iogurtes, basicamente sobre qualquer prato, se tem algo que se come ou bebe, então dá para colocar sementes de chia.

Pode-se fazer um bom gel de chia misturando cerca 1/3 xícara de sementes para 2 copos de água. Mexa bem para que não haja aglomerações e guarde-o em um pote com tampa na geladeira, podendo assim ser usado posteriormente.

O gel de chia pode também substituir os ovos em qualquer receita, basta misturar uma colher de sopa de chia com 60 ml de água, teremos uma quantidade de gel suficiente para usar  em qualquer receita.

O óleo extraido de semente, pode substituir o azeite no tempero de saladas ou mesmo ser colocado nas refeições regando por cima do prato já pronto, mas não aqueça o óleo porque com o calor, ocorre a oxidação do Ômega 3.

Outra dica é usar a farinha de chia como acompanhamento de frutas ou no preparo de mingaus e sucos, podendo também substituir a farinha de trigo no preparo da maioria das receitas.

 Contra-indicações:

Não há contra-indicações relevantes ao seu consumo, mas se tratando de um suplemento que contém substancias químicas em sua composição, é indispensável o acompanhamento de um nutricionista.

Gostou do artigo? Então curte!


Obs: Apesar de todos os benefícios citados acima, a chia é um carboidrato e seu consumo excessivo pode ocorrer aumento de peso, problemas intestinais e gástricos, pelo fato de ocorrer o retardo na saída dos alimentos do estômago.

A absorção de minerais como cálcio e zinco pode ser comprometido com o consumo excessivo de fibras.

Leia também:

Métodos para emagrecimento rápido;
Shakes para emagrecer;
Goji berry

Mais informações sobre a chia – Pesquise abaixo!

Pesquisa Personalizada
Botão de chamada CHS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*